.mais sobre mim
.Para ti Carine...
Sempre que precisares, tens aqui toneladas de força para te ajudar... 10000000000000000000000000000
.Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. O vento ternamente sopra ...

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.pesquisar
 
.Fazer olhinhos
.Pensamentos...
"Amar não é aquilo que queremos sentir mas sim aquilo que sentimos sem querer"
blogs SAPO
.subscrever feeds

Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009
O vento ternamente sopra lá fora

 

O vento ternamente sopra lá fora,
A chuva espreita, por janelas escondidas,
Mas não cai, pois ainda não chegou a hora
De se oferecer em gotas, um dia prometidas.
 
E como dói este esperar aqui na solidão,
Por essa água que me saciará a sede.
Já nada corre nos vales do coração,
Que mais que a água, é amor que pede.
 
E de repente, dos meus olho ela caiu,
Uma pequena e transparente semente fria,
Que no chão da minha triste alma se fundiu,
Dando vida á fonte da secura, que ali crescia.
 
Aconchego-me então á vida que me foi dada,
Abraço o presente e esqueço o passado.
No futuro o que existe? Simplesmente nada,
Porque a chuva não regou o que foi semeado.

sinto-me: como a chuva que lava
música: Listen to your heart

publicado por sp às 22:24
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito