.mais sobre mim
.Para ti Carine...
Sempre que precisares, tens aqui toneladas de força para te ajudar... 10000000000000000000000000000
.Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Que desilusão!!

. E penso em ti...

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.pesquisar
 
.Fazer olhinhos
.Pensamentos...
"Amar não é aquilo que queremos sentir mas sim aquilo que sentimos sem querer"
blogs SAPO
.subscrever feeds

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009
Que desilusão!!

Quando penso que não consegues descer mais baixo, tu revelas-te mais uma vez e ultrapassas todos os limites da frieza, da inumanidade, da insensibilidade, da maldade... Como é que é possível tu seres assim? Como? Quem pensas afinal que és? O rei? O dono da razão, da verdade, da perfeição? Quem és tu? Como podes ser tão falso, tão hipócrita, tão cínico, tão... tão... como??? Que raiva... Que gozo te dá espezinhares aqueles a quem tu chamas fracos? Eles são iguais a ti. Iguais. São seres humanos com sentimentos, sentem ao contrário de ti, que ages e pisas tudo e todos aqueles que bem entendes... Desiludiste-me tanto, tanto, mas tanto...  

 

( Desculpem o desabafo, mas isto deixou-me irritada hoje...)


sinto-me: irritada

publicado por sp às 20:23
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|

Terça-feira, 28 de Outubro de 2008
E penso em ti...

Estou farta de gritar silenciosamente, estou farta de esconder dos outros as lágrimas que me inundam por dentro… quero sair desta prisão que eu própria construi pedra por pedra… estou cercada por uma muralha que fui construindo ao longo da minha curta vida. Muralhas que serviam de escudo para me proteger de supostas investidas que na minha cabeça ganhavam vida cada vez que me sentia magoada… em vez de lutar reprimo-me, em vez de levantar a cabeça, baixo-a... sinto que estou a mergulhar num incomensurável mar azul escuro, onde uma tristeza indelevel insiste em manter-se perto de mim, quero fugir.lhe mas não consigo, ..

A noite está fria, muito fria... olho lá para fora e aprecio a noite calma... os meus olhos olham o céu e pousam durante algum tempo sobre as estrelas, elas sorriem para mim,mas eu, não tenho forças para lhes retribuir o sorriso... uma lágrima cai sobre a minha face, fecho os olhos e penso em ti...
 

sinto-me: sem sentido
música: realize

publicado por sp às 22:13
link do post | comentar | favorito
|