.mais sobre mim
.Para ti Carine...
Sempre que precisares, tens aqui toneladas de força para te ajudar... 10000000000000000000000000000
.Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Desculpa ter-te perdido!

. "Esta, meu amor, é a minh...

. Amo-te Mãe!

. Amor é mais que tudo, sim...

. Fechei os sentimentos, an...

. Mar... O meu refúgio

. Não sei...nada sei...e dó...

. Um miminho...

. Desafio... Confiança

. Escolhas e Decisões

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.pesquisar
 
.Fazer olhinhos
.Pensamentos...
"Amar não é aquilo que queremos sentir mas sim aquilo que sentimos sem querer"
blogs SAPO
.subscrever feeds
Domingo, 19 de Outubro de 2008
Ao dono do meu coração

 

Por breves momentos pensei que andava sobre o mar, que era a única mulher á face da terra que tu eras a estrela brilhante que dava vida ao planeta. Mas depois acordei de um sonho irreal que idealizava enquanto a tua figura se apresentava á minha frente. Desci, assentei os pés bem no chão e deparei-me com uma realidade bastante diferente daquela que tinha imaginado á escassos instantes atrás. Acreditas que quando te vi sorri.. sim fiquei felicíssima por te ver..melhor o meu coração sorriu e pulou de alegria a minha parte racional sabia que nada se alteraria. Mas o meu coraçãozinho sentiu um frio escaldante que o torturava a apoderar-se dele. Bom e mau ao mesmo tempo percebes? Certamente que já sentiste o mesmo, se calhar não descreverias esse momento da mesma maneira mas já o sentiste, não por mim, tenho pena, melhor a minha parte emocional tem pena. Não te imagino um ser insensível, bem pelo contrário acho que esse interior tem lá no fundo bem guardado um tesourinho que se comove, que sofre, que se apaixona, que ama, que se desilude e que também se alegra perante as alegrias que a vida proporciona. É certo que na minha opinião tudo isto se esconde por trás de uma grande carapaça que fazes questão de não deixar. És frio, calculista, cínico e não vou prenunciar mais defeitos que deixas transparecer á primeira vista. Eu sei que pouco te importa o que penso sobre ti. Sim eu também tenho defeitos e muitos certamente… mas não quero falar de mim aliás não há nada de interessante para falar de mim… se calhar tu até nem és nada daquilo que eu enumerei atrás. Provavelmente todos os pensamentos e ideias negativas que tenho sobre ti são fruto da mágoa que este amor não correspondido fez florescer no meu coração. E é uma maneira que a minha parte racional tem para mostrar á parte emocional o quanto não vale a pena olhar para ti, pensar em ti, gostar de ti… é uma maneira de te tentar esquecer apesar de tudo acabo sempre por chegar a uma so conclusão: foi uma tentativa falhada. Sim, porque acabo por querer olhar-te, continuo a incluir-te nos meus pensamentos e se isto não é amor é o quê? Quero esquecer-te mas não consigo sabes… e o pior é que esta incapacidade magoa-me, sufoca-me faz-me estar presa a algo que não traz nada de bom. Choro, sim tenho chorado… queria acordar e sentir que já não fazes parte da minha vida, nunca fixes-te, mas eu incluo-te nela como se vivesses comigo lado a lado todos os meus problemas sentimentais… e irónico não é… e sabes o que custa mesmo muito? É não poder dizer-te aquilo que sinto. O quanto te adoro. O quanto eu gostava de partilhar contigo a minha vida e o meu amor. Como eu gosto de te ouvir falar. Como eu gosto a maneira como tu andas o teu sorriso como jogas… e o teu olhar esses lindos olhos azuis o brilho de cristal que eles tem.. nunca o percas… e perante tudo isto mal nos falamos… passamos lado a lado sem uma troca de olhares uma palavra um sorriso alguma coisa… queria saber o que sentes alias desconfio.. ela de facto é muito bonita e mais do que exteriormente interiormente também o é se por acaso aquilo que esta a passar na minha cabeça for verdade, aproveita bem a relíquia que a vida te esta a dar… não desperdices… não o farás de certo. Bem a mim resta-me arranjar mais mil e um defeitos para te tentar esquecer mas eu vou conseguir prometo e olha que não costumo faltar a uma promessa   

sinto-me: não triste...
música: Como uma estrela

publicado por sp às 15:16
link do post | comentar | favorito
|