.mais sobre mim
.Para ti Carine...
Sempre que precisares, tens aqui toneladas de força para te ajudar... 10000000000000000000000000000
.Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Desculpa ter-te perdido!

. "Esta, meu amor, é a minh...

. Amo-te Mãe!

. Amor é mais que tudo, sim...

. Fechei os sentimentos, an...

. Mar... O meu refúgio

. Não sei...nada sei...e dó...

. Um miminho...

. Desafio... Confiança

. Escolhas e Decisões

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.pesquisar
 
.Fazer olhinhos
.Pensamentos...
"Amar não é aquilo que queremos sentir mas sim aquilo que sentimos sem querer"
blogs SAPO
.subscrever feeds
Domingo, 1 de Março de 2009
Os dois desertos que me dividem

 

 

Às vezes preciso de me sentir num deserto, preciso de permanecer lá uns quantos dias para voltar e regressar com as ideias no lugar. Há dois tipos de desertos. O primeiro é aquele a que eu me referi inicialmente, é um refúgio, um porto de abrigo, um momento para estar comigo própria, para me descobrir e para tentar perceber o que está a acontecer no mundo que me circunda e que me pertence. O outro, eu não gosto muito, é um deserto muito doloroso, que surge nos meus caminhos quando eu menos espero, e me suga para ele sem que a minha própria vontade queira. Neste momento sinto que metade de mim está no primeiro deserto, e que a outra metade está no outro. Por um lado sinto a felicidade irradiar dentro de mim, sinto o sol sorrir-me, sinto as estrelas brilharem e dar-me esperança, sinto força, sinto optimismo, sinto que o meu céu está totalmente preenchido. Mas por outro, por outro, sinto que falta uma estrela… a Estrela… capaz de preencher todos os buraquinhos do meu céu. E é no deserto inesperado que o meu coração permanece, distante da minha razão que está no seu refúgio…

 

sinto-me: dividida
música: fácil de enterder

publicado por sp às 22:58
link do post | comentar | favorito
|

7 comentários:
De Pedro Tortuga a 2 de Março de 2009 às 04:10
A razão, a emoção e o desejo, acabam por ser todas a mesma areia se bem que manifestada de forma diferente. És a unidade de tudo o que te reparte. Aceita cada face e sê una, numa tranquilidade forjada na sombra morna de forças discordantes, que se precipitam continuamente no vazio sem o deixarem atrás de si.


De inoutyou a 2 de Março de 2009 às 22:23
Olá Sandra,

Um dia deixarás de querer "permanecer" em qualquer deserto, e partirás para a vida pois te sentirás feliz com todas as estrelas brilhando para ti....Falta chegar esse dia...

Beijinhos
Alex


De NeS(s) a 3 de Março de 2009 às 22:57
Hoje decidi vir fazer.te uma visita :)
Gostei mto do post ( para variar, nao e? ) xD
Todos tentamos alcançar a felicidade completa, mas ha sempre algo qe falta. Posso imaginar qantas vezes já te disseram isto, mas tenho a certeza qe ha algo de maravilhoso à tua espera. Não desistas dos teus sonhos, não desistas de amar. Vai em frente e aproveita esta vida, qe boa ou má, foi a unica qe Deus nos deu
Beijinhos, amiga :)


De SweetDreamer a 4 de Março de 2009 às 15:09
Olá minha querida..
Então também estás como eu...
Sinto-me exactamente assim ultimamente...a minha estrela abandonou-me mas não para muito longe,e agro que se vai afastar ainda mais e para sempre,sinto-me exactamnente como tu....=/
Oxalá nós consigamos eliminar o segundo deserto da nossa vida de uma vez por todas...
Entretanto procuro o meu refúgio...
Espero que daqui a uns tempos estejamos as duas bem melhor ...(:

Beijinhos*


De O Diário da Joana a 5 de Março de 2009 às 16:25
Adorei este texto.. esta tao lindo... espectacular..amei simplesmente.. obrigada pelo apoio minha querida..
Beijinhos***


De Estrela a 8 de Março de 2009 às 19:44
adorei as tuas palavras, a forma como expressa-te..os 2 desertos..
hás-des encontar a estrela só tens de a procurar ;)


De O Gato a 29 de Abril de 2009 às 15:12
Espectacular gotei muito do texto e da foto identifico-me muito com o que dizes por vezes é só no Deserto que encontranos o eu.

Bj


Comentar post